Corpus Christi



A Solenidade de Corpus Christi ou Corpus Domini (expressão latina que significa Corpo de Cristo ou Corpo do Senhor), e generalizada em Portugal como Corpo de Deus, é uma comemoração litúrgica que ocorre na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade (no cristianismo ocidental), que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes.

Corpus Christi é observado 60 dias após a Páscoa, podendo cair, assim, entre as datas gregorianas de 21 de maio e 24 de junho.

Datas


A seguir, uma lista das datas de Corpus Christi entre os anos 2000 e 2030:

2000: 22 de junho
2001: 14 de junho
2002: 30 de maio
2003: 19 de junho
2004: 10 de junho
2005: 26 de maio
2006: 15 de junho
2007: 07 de junho
2008: 22 de maio
2009: 11 de junho
2010: 03 de junho
2011: 23 de junho
2012: 07 de junho
2013: 30 de maio
2014: 19 de junho
2015: 04 de junho
2016: 26 de maio
2017: 15 de junho
2018: 31 de maio
2019: 20 de junho
2020: 11 de junho
2021: 03 de junho
2022: 16 de junho
2023: 08 de junho
2024: 30 de maio
2025: 19 de junho
2026: 04 de junho
2027: 27 de maio
2028: 15 de junho
2029: 31 de maio
2030: 20 de junho

História


Por volta de 1264, em Bolsena, Lácio, Itália, próxima a Orvieto, Úmbria (onde o papa Urbano IV tinha sua corte), ocorreu o Milagre de Bolsena, em que um sacerdote celebrante da missa, no momento de partir a hóstia, teria visto sair sangue dela, que empapou o corporal (pano onde se apoiam o cálice e a patena durante a missa). O papa determinou que os objetos milagrosos fossem trazidos para Orvieto em grande procissão no dia 19 de junho de 1264. Esta foi a primeira procissão do Corporal Eucarístico de que se tem notícia.

A festa de Corpus Christi foi oficialmente instituída por Urbano IV com a publicação da bula Transiturus, em 11 de agosto de 1264, para ser celebrada na quinta-feira depois da oitava de Pentecostes.

A Eucaristia é um sacramento instituído na Última Ceia, quando JESUS disse: «Este é o Meu corpo... isto é o Meu sangue... fazei isto em memória de mim» (Mateus 26:26-29; Marcos 14:22-25; Lucas 22:14-20; 1 Coríntios 11:23-26). Conforme Agostinho de Hipona, é um memorial de imenso benefício para os fiéis, deixado nas formas visíveis do pão e do vinho. Como a Eucaristia foi celebrada pela primeira vez na Quinta-Feira Santa, Corpus Christi se celebra sempre numa quinta-feira.