Tu Bishvat


«Tu Bishvat»: estas palavras indicam uma data no calendário hebraico bíblico. Tu (composto pelas letras hebraicas tet e vav) é o número 15; e Shevat/Sebate é o nome do décimo primeiro mês (enquanto Bi é a preposição «em»). Então Tu Bishvat significa: 15 de Shevat/Sebate.

Este dia é comemorado como o Ano Novo das Árvores. Nesse dia de cada ano, é habitual comer frutas de árvores, como nozes, passas e outros produtos, que simbolizam a fertilidade da terra de Israel (Deuteronômio 8:6-10). Nos tempos modernos, o Fundo Nacional Judaico declarou que este é um dia em que novas árvores serão plantadas em Israel. Em outras palavras, Tu Bishvat celebra a conexão com a Terra de Israel.

Isso pode levantar algumas questões: um ano novo no décimo primeiro mês, e um décimo primeiro mês em que consideramos o começo do ano. ¿Cômo é isso?

O Talmude identifica quatro dias do novo ano:

1.- O ano novo para reis e festivais: 1 de Abibe/Nissan (março-abril; o mês da Páscoa, designado em Êxodo 12:2 como início dos meses).
2.- O ano novo para o dízimo dos animais: 1 de Elul (agosto-setembro).
3.- O ano novo dos anos comuns, dos anos sabáticos e jubilares: 1 de Etanim/Tishri (vulgarmente conhecido como Rosh Hashaná, o Ano Novo Hebraico).
4.- O ano novo das árvores: 15 de Shevat/Sebate.

Tu Bishvat, como tal, não é mencionado na Bíblia. Mas provavelmente essa data foi marcada para determinar o dízimo dos frutos das árvores (Levítico 27:30) e do orlah (Levítico 19:23-25): a colheita dos frutos dos três primeiros anos é proibida, enquanto os frutos do quarto ano são reservados como uma oferta de louvor a DEUS. Somente a partir do quinto ano, o fruto pode ser colhido (Veja a Parábola da Figueira Estéril em Lucas 13:6-9).

¡Feliz Tu Bishvat para todos!