Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

Peter & Paul, apostles


Pedro & Paulo, apóstolos


Memória simbólica: 29 de Junho.

Leitura principal:


Simão, filho de Jonas e irmão de André, foi o primeiro entre os discípulos porque confessou que JESUS era o MESSIAS, FILHO do DEUS Vivo que lhe deu o nome de Pedro.
Paulo, apóstolo dos gentios, pregou o evangelho por vocação e escolheu os gregos.
• Os dois, unidos na mesma fé e amor de CRISTO (mas em épocas diferentes), evangelizaram a cidade de Roma e morreram mártires quando Nero era imperador. Pedro foi crucificado de cabeça para baixo na Via Triunfal, e Paulo foi morto pela espada e enterrado Via Ostiense.

A memória dos apóstolos Pedro e Paulo é das mais antigas e mais solenes do ano litúrgico. Além da festa do dia 29 de junho, há o dia 25 de janeiro (conversão de Paulo de Tarso), 22 de fevereiro (cátedra de Simão Pedro) e 18 de novembro (dedicação das basílicas de Pedro e Paulo).

Simão Pedro,
interpretado por Petrônio Gontijo
em 2018-2019.
Por muito tempo se pensou que 29 de junho fosse o dia em que, no ano de 67d.C., Pedro (na colina Vaticana) e Paulo (na localidade agora denominada Três Fontes) testemunharam sua fidelidade a CRISTO com o derramamento do sangue. Embora o fato do martírio ser um dado histórico incontestável (que aconteceu em Roma durante a perseguição de Nero), para o apóstolo Paulo existe certa concordância entre testemunhas antigas indicando o ano 67 d.C.; mas para o apóstolo Pedro, os estudiosos parecem preferir agora o ano 64 d.C., temporada em que (como atesta também o historiador Tácito) uma enorme multidão de cristãos pereceu na perseguição que se seguiu ao incêndio de Roma.

Paulo de Tarso,
interpretado por Igor Rickli
em 2019.
A festa do dia 29 de junho, porém, foi a cristianização de celebração pagã que exaltava as figuras de Rômulo e Remo, os dois fundadores de Roma. Pedro e Paulo, de fato, embora não tenham sido os primeiros a trazer a fé a Roma, foram realmente os fundadores da Roma cristã: a Palavra e o sangue são a semente com que Pedro e Paulo, unidos com CRISTO, geraram e ainda geram a Roma cristã e a Igreja inteira.