Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

The lesson from the fig tree


Marcos 11:21


(Versão Fácil de Ler)

Pedro lembrou [da figueira amaldiçoada], e disse a JESUS: «¡Olhe, Mestre! ¡A figueira que o Senhor amaldiçoou ontem secou!»


Palavras redigidas pelo evangelista João Marcos, um dos discípulos de JESUS, e posterior auxiliar do apóstolo Paulo de Tarso. Nesta ocasião, Marcos escreve as palavras do apóstolo Simão Pedro, quando este viu a figueira amaldiçoada por JESUS de NAZARÉ. Isto ocorreu durante a Semana Santa (30 d.C.), na Terça-feira.


Comentários:

Na segunda-feira à tarde (dentro da Semana Santa), JESUS deixa Jerusalém e volta para Betânia, na encosta leste do monte das Oliveiras. Provavelmente ele passa a noite na casa de Lázaro, Marta e Maria, Seus amigos.

Na manhã de 12 de Abibe/Nisã, conforme o relato dos Sinóticos (ou 11 de Nisã segundo João), JESUS e Seus discípulos viajam novamente rumo a Jerusalém. É a última vez que Ele irá ao Templo, e é o último dia de Seu ministério público antes de Ele celebrar a Páscoa, instituir a Celebração de Sua morte, e então enfrentar Seu julgamento e execução.

Passando pelo monte das Oliveiras, no caminho de Betânia para Jerusalém, Pedro observa a árvore que JESUS amaldiçoou na manhã anterior (Marcos 11:21). ¿Mas por quê JESUS fez a figueira secar? Ele diz o motivo em Mateus 21:21-22, repetindo o que já disse anteriormente sobre a fé ser capaz de mover um monte (Mateus 17:20).

Ao fazer a figueira secar, JESUS ensina uma lição prática sobre a necessidade de ter fé em DEUS (Marcos 11:24). Essa é uma lição muito importante para todos os seguidores de JESUS. E é especialmente importante para os apóstolos, em vista das provas que enfrentarão em breve.

Mas ainda há outra ligação entre a figueira seca e a fé: Assim como a figueira, a nação de Israel tinha, naquela época, uma aparência enganosa. As pessoas dessa nação estavam numa relação pactuada com DEUS, e davam a impressão de que obedeciam à Lei. No entanto, a nação como um todo mostrou que não tinha fé e que não produziu bons frutos. Até mesmo rejeitaram o FILHO DE DEUS. Assim, ao fazer essa figueira improdutiva secar, JESUS demonstrou quál será o fim daquela nação sem fé e sem frutos.

Não demora muito, e JESUS e Seus discípulos chegam a Jerusalém. Como de costume, JESUS vai ao Templo e começa a ensinar. Talvez pensando no que JESUS fez com os cambistas no dia anterior, os principais sacerdotes e os anciãos do povo questionam Sua Autoridade (Marcos 11:27-28), e JESUS lhes responde perguntando sobre a autoridade de João Batista para ministrar (Marcos 11:29-32). Os opositores de JESUS não conseguem pensar numa resposta apropriada, e preferem afirmar que não sabem. JESUS, por sua vez, também não lhes dá satisfações acerca de Si próprio (Marcos 11:33).

Most visited posts of this week:

Seven reasons to fast

Sete motivos para jejuar
O jejum é a prática de não se alimentar durante determinado tempo (1 Reis 21:9). É voluntário, exige pureza de vida (Isaías 58:3-7), e exclui a exibição (Mateus 6:16-18). Em duas passagens bíblicas relata-se que a liderança da Igreja, seguindo o costume hebraico, orou com jejum (Atos 13:2-3; 14:23).

A prática do jejum não é obrigatória (exceto em Yom Kippur), mas é uma recomendação bíblica, porque as Escrituras trazem consigo alguns princípios que devem ser entendidos e seguidos.

Por isso, eis 7 motivos para jejuar:

1.- Crescer em intimidade com JESUS.
2.- Adquirir sabedoria e direção.
3.- Receber proteção.
4.- Experimentar o poder de DEUS.
5.- Esperar o cumprimento das promessas de DEUS em nossas cidades e nações.
6.- Deter uma crise individual, familiar ou nacional.
7.- Receber revelação profética do final dos tempos.

Kenneth Hagin afirmou o seguinte: «O jejum não muda a DEUS. Ele é o mesmo antes, durante e depois de seu jejum. Mas, jejuar mudará você. Vai l…