Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

Pleasant sacrifices to GOD


Sacrifícios agradáveis a DEUS


Levítico 1:10-17 nos ensina que aqueles que não podiam oferecer um bovino como sacrifício a DEUS, tinham que trazer uma ovelha ou uma cabra; aqueles que não podiam fazer isso eram aceitos por DEUS se traziam uma rola ou pombo. Além disso, as criaturas escolhidas para o sacrifício tinham que ser mansas, delicadas e inofensivas, para assim mostrar a inocência e mansidão que havia em CRISTO, e que deveria haver nos cristãos.

A oferta dos pobres é um tipo de expiação de CRISTO, assim como os mais caros sacrifícios também expressam o arrependimento, fé e devoção a DEUS.

Não temos desculpa se recusarmos a adoração agradável e racional de DEUS agora necessária e requerida. Mas nós não podemos oferecer o sacrifício de um coração contrito, ou de louvor e ação de graças (assim como antes de CRISTO não poderia ser oferecido um bovino ou um bode), se DEUS não Se entregasse primeiramente.

Quanto mais fazemos no serviço de DEUS, mais somos comprometidos com Ele, por Sua vontade, no treinamento e nas oportunidades.

Em muitas coisas DEUS nos permite estabelecer o que deve ser gasto em Seu serviço, seja do nosso tempo ou da nossa substância; no entanto, quando a providência de DEUS dá muito a um homem, as ofertas magras não serão aceitas, porque elas não são expressões corretas de uma mente bem disposta.

¡Vamos nos consagrar ao Seu serviço no corpo e na alma, seja o que for que Ele nos pedir para dar, aventurar, fazer ou sofrer por amor a Ele!

Most visited posts of this week:

Shavuot (Pentecost)

Pentecostes é o nome grego para um festival bíblico conhecido em língua hebraica como Shavuot: a Festa das Semanas (Levítico 23:15; Deuteronômio 16:9). A palavra grega significa «cinqüenta», e refere-se às cinco dezenas de dias que transcorrem desde a oferta movida da Páscoa (Levítico 23:4-22). A Festa das Semanas (Shavuot) celebra o fim da colheita de grãos.

Esta celebração é a segunda das três grandes festas anuais do Pentateuco (Torá). As outras são a Páscoa/Festa dos Pães sem Fermento, e Sucot/Festa dos Tabernáculos (Êxodo 23:14-16; Levítico 23:15-21; Números 28:26-31; Deuteronômio 16:9-12).

Etimologia
A Festa das Semanas (Shavuot) adquiriu o nome de Pentecostes, por causa de que se comemorava no dia qüinquagésimo a partir da jornada em que era movido o molho (feixe) da oferta (Levítico 23:15).

Em hebraico, o nome desta festa é Shavuot. Este vocábulo é plural de Shavua, que em hebraico significa «semana». Portanto, Shavuot significa «semanas».

Em grego, o nome desta festa é Pentec…