Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

Annunciation of the Lord JESUS


Anunciação do Senhor JESUS


Memória: 25 de Março (data simbólica).

Leitura principal: Lucas 1:26-38.

Os primeiros cristãos lembravam as palavras do arcanjo Gabriel e da prima Isabel, registradas no Evangelho de Lucas. O conteúdo da anunciação diz respeito ao MESSIAS e à sua mãe, pois Quem nasceu dela é o FILHO DE DEUS.

O anjo usa a linguagem dos profetas do Antigo Testamento em suas profecias messiânicas, iniciando com convite à alegria e garantindo a ajuda de DEUS à Virgem escolhida para a mais alta missão. Maria é objeto das complacências divinas: YHWH está com ela, encontrou graça aos olhos do Altíssimo, será virgem e mãe de DEUS encarnado. A própria Maria reconhece nas palavras do anjo os termos proféticos que prenunciam a revelação do MESSIAS. Comparando a profundidade religiosa do total abandono de Maria à vontade de DEUS, com aquilo que tem de sobrenatural com o anúncio feito, podemos afirmar que no momento da sua resposta definitiva do fiat (faça-se), nela estava já presente, de modo real, o que se tornaria pouco a pouco manifesto, no decorrer de sua vida, graças ao contato com seu Divino Filho.

No momento da anunciação, Maria é a mais alta expressão da expectativa de DEUS e do MESSIAS no Antigo Testamento; é síntese e o ponto culminante da expectativa messiânica dos hebreus. É assim que a vê Lucas no Magnificat; é assim que a vê a patrística, que a revive a teologia contemporânea. Por causa da Graça de DEUS, Maria recebeu favores e luzes excepcionais. Graças a tudo isso, indicou na sua pessoa a abertura fundamental à expectativa de YHWH, o Salvador do mundo.


Most visited posts of this week:

Shavuot (Pentecost)

Pentecostes é o nome grego para um festival bíblico conhecido em língua hebraica como Shavuot: a Festa das Semanas (Levítico 23:15; Deuteronômio 16:9). A palavra grega significa «cinqüenta», e refere-se às cinco dezenas de dias que transcorrem desde a oferta movida da Páscoa (Levítico 23:4-22). A Festa das Semanas (Shavuot) celebra o fim da colheita de grãos.

Esta celebração é a segunda das três grandes festas anuais do Pentateuco (Torá). As outras são a Páscoa/Festa dos Pães sem Fermento, e Sucot/Festa dos Tabernáculos (Êxodo 23:14-16; Levítico 23:15-21; Números 28:26-31; Deuteronômio 16:9-12).

Etimologia
A Festa das Semanas (Shavuot) adquiriu o nome de Pentecostes, por causa de que se comemorava no dia qüinquagésimo a partir da jornada em que era movido o molho (feixe) da oferta (Levítico 23:15).

Em hebraico, o nome desta festa é Shavuot. Este vocábulo é plural de Shavua, que em hebraico significa «semana». Portanto, Shavuot significa «semanas».

Em grego, o nome desta festa é Pentec…