Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

Annunciation of the Lord JESUS


Anunciação do Senhor JESUS


Memória: 25 de Março (data simbólica).

Leitura principal: Lucas 1:26-38.

Os primeiros cristãos lembravam as palavras do arcanjo Gabriel e da prima Isabel, registradas no Evangelho de Lucas. O conteúdo da anunciação diz respeito ao MESSIAS e à sua mãe, pois Quem nasceu dela é o FILHO DE DEUS.

O anjo usa a linguagem dos profetas do Antigo Testamento em suas profecias messiânicas, iniciando com convite à alegria e garantindo a ajuda de DEUS à Virgem escolhida para a mais alta missão. Maria é objeto das complacências divinas: YHWH está com ela, encontrou graça aos olhos do Altíssimo, será virgem e mãe de DEUS encarnado. A própria Maria reconhece nas palavras do anjo os termos proféticos que prenunciam a revelação do MESSIAS. Comparando a profundidade religiosa do total abandono de Maria à vontade de DEUS, com aquilo que tem de sobrenatural com o anúncio feito, podemos afirmar que no momento da sua resposta definitiva do fiat (faça-se), nela estava já presente, de modo real, o que se tornaria pouco a pouco manifesto, no decorrer de sua vida, graças ao contato com seu Divino Filho.

No momento da anunciação, Maria é a mais alta expressão da expectativa de DEUS e do MESSIAS no Antigo Testamento; é síntese e o ponto culminante da expectativa messiânica dos hebreus. É assim que a vê Lucas no Magnificat; é assim que a vê a patrística, que a revive a teologia contemporânea. Por causa da Graça de DEUS, Maria recebeu favores e luzes excepcionais. Graças a tudo isso, indicou na sua pessoa a abertura fundamental à expectativa de YHWH, o Salvador do mundo.


Most visited posts of this week:

Yom Teruah / Rosh Hashanah

A Festa das Trombetas (em hebraico: יוֹם תְּרוּעָה, Yom Teruá, ‘dia de gritar/ detonar’), ou Rosh Hashaná (em hebraico: ראש השנה, Rosh Ha-Shaná, ‘cabeça do ano’), é o ano novo bíblico civil, comemorado a 1 de Etanim ou Tishrei (sétimo mês do calendário bíblico cultual; ou o primeiro no calendário civil, conforme Levítico 23:24-25). Celebra-se desde o entardecer do dia anterior (29 de Elul) até o anoitecer do primeiro dia de Etanim.

Para o início do ano bíblico existem dois critérios:

1.- A Torá (Pentateuco) estabelece que o mês de Abibe ou Nisã (março-abril) é o primeiro dos meses do ano, em cujo primeiro dia se comemora o ano novo cultual (Êxodo 12:2; 13:3-5).

2.- No mês hebraico de Etanim ou Tishrei (setembro-outubro) comemora-se o dia em que DEUS criou o mundo e, conforme a opinião do rabino Eleazar ben Shammua, a partir desta jornada se contam os anos. Esta é a data da Festa das Trombetas (em hebraico: זכרון תרועה, Zikron Teruá, ‘comemoração com soar de trombetas’) estabelecida e…