Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

GOD is our protector


Salmo 121:5-6
(120:5-6 na LXX)


(Nova Versão Transformadora)

5) YHWH é seu protetor! YHWH está ao seu lado, como sombra que o abriga.
6) O sol não lhe fará mal de dia, nem a lua, de noite.

 
(Almeida Corrigida e Fiel)

5) YHWH é quem te guarda; YHWH é a tua sombra à tua direita.
6) O sol não te molestará de dia, nem a lua de noite.


Palavras do rei Davi, dirigidas em louvor a DEUS, e nestes versículos específicos, se dirigindo à audiência (e posteriores leitores) em geral.

Este salmo foi redigido logo após Davi ser coroado como rei de Judá, ao sul de Israel (2 Samuel 2:1-7); enquanto que Is-Bosete, filho de Saul, era considerado o legítimo sucessor ao trono hebreu (2 Samuel 2:1–3:1).

Também este salmo é usado para as três peregrinações a Jerusalém por ocasião das Festas de YHWH.


Comentário:

Este Salmo 121 (120 na Septuaginta) é uma canção que expressa a segurança e a esperança na proteção de DEUS dia e noite. Ele não apenas fez as montanhas, mas também os céus e a terra. Nunca devemos confiar em um poder menor que o de DEUS. Ele não é só o Todo-Poderoso, mas também cuida de nós. Nada O afasta ou Lhe dissuade. Estamos seguros. Nós nunca vamos parar de precisar do cuidado incansável de DEUS sobre nossas vidas.

Os versos 5 e 6 são a garantia de que o nosso guardião não é outro senão o próprio JEOVÁ. O grande soberano do universo está pessoalmente envolvido na segurança até mesmo do mais desconhecido santo (crente). Também vemos a garantia de que Ele nos protegerá de toda influência maligna. Ao dizer: «YHWH é a tua sombra à tua direita», significa que Ele está ao nosso lado como um guarda-costas, para proteger os Seus de dia e à noite.

Os homens modernos de interpretação estritamente literal, dizem que a frase «O sol não te molestará de dia» (versículo 6) refere-se à insolação. Mas deve ser lembrado que isso é uma poesia, e pode ser um modo de falar figurativo que dá os dois extremos, o que significa que tudo está entre eles. Esta figura literária é chamada «merism» em inglês). Outro exemplo é: «a tua entrada e a tua saída» (versículo 8), isto é: toda a sua vida.

Voltando ao Salmo 121:6 (120:6 LXX), a alusão à lua é freqüentemente relegada a uma acomodação bíblica da antiga superstição e folclore. Mas aqueles que foram salvos do demonismo (e conheceram o papel importante que tanto o sol e a lua têm no espiritismo), vêm que estes versos prometem proteção grata, e a liberdade das correntes de possessão demoníaca.