Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

Be unblemished


Filipenses 2:14-16


(Nova Versão Transformadora)

14) Façam tudo sem queixas nem discussões,
15) de modo que ninguém possa acusá-los. Levem uma vida pura e inculpável como filhos de DEUS, brilhando como luzes resplandecentes num mundo cheio de gente corrompida e perversa.
16) Apeguem-se firmemente à mensagem da vida. Então, no dia em que CRISTO voltar, me alegrarei de saber que não participei da corrida em vão, e que não trabalhei inutilmente.


Palavras do apóstolo Paulo de Tarso, desde sua prisão em Roma, dirigidas aos cristãos de Filipos, na província romana da Macedônia, entre 60-64 d.C.


Comentário:

Ao cumprir o bom prazer de DEUS, devemos fazê-lo sem murmurar ou questionar: «Não com relutância, mas triunfantemente». Murmúrios e argumentos geralmente levam a maiores ofensas.

Ao nos abstermos de reclamações e disputas, podemos ser irrepreensíveis e simples (sinceros e sem duplicidade). Ser irrepreensível significa que uma acusação contra essa pessoa não pode ser mantida (ver Daniel 6:4). Uma pessoa irrepreensível pode pecar, mas pedir perdão, confessar e restituir sempre que possível. Ser irrepreensível aqui significa ser sincero ou sem engano.

Os filhos de DEUS não devem ter defeito no meio de uma geração corrupta e perversa. Através de vidas sem mácula, os filhos de DEUS permanecerão muito mais claramente contra o fundo escuro deste mundo.

Isso leva Paulo a pensar neles como luminares em uma noite escura. Quanto mais escura a noite, mais brilhante a luz parece ser. Cristãos são luminares. Eles não podem criar nenhuma luz, mas eles podem refletir a glória de YHWH para que outros possam ver JESUS ​​neles.

Segurando a palavra da vida. Como luzes, nós brilhamos, mas isso não nos desculpa de testemunhar com nossas vozes. Deve haver um duplo testemunho de vida e lábios.

Se os filipenses cumprem estas instruções, o apóstolo sabe que ele terá algum motivo para se gloriar no Dia de CRISTO. Ele sente a responsabilidade não apenas de ver que as almas são salvas, mas também de apresentar a todos perfeitos em CRISTO (Colossenses 1:28).

O Dia de CRISTO refere-se ao tempo de Seu retorno e ao julgamento do serviço do crente (Filipenses 1:6; 1:10). Se os filipenses são fiéis em seu trabalho para DEUS, será evidente naquele Dia que o serviço de Paulo não foi em vão.

Portanto, ¿por quê é tão prejudicial reclamar e argumentar? Se as pessoas aprenderem que os membros de uma igreja sempre discutem, lamentam e murmuram, elas terão uma falsa impressão de CRISTO e do Evangelho. A crença em CRISTO deve unir todos aqueles que confiam Nele. Se a igreja deles está quase sempre argumentando e lamentando, ela perde o poder unificador de JESUS ​​CRISTO. Paremos de discutir ou reclamar dentro da igreja sobre pessoas e condições, e deixemos o mundo ver CRISTO.

Nossas vidas devem ser caracterizadas por Sua pureza, Sua paciência e Sua pacificação, para que brilhemos como luminares em um mundo de escuridão e depravação. Uma vida transformada é um testemunho eficaz do poder da Palavra de DEUS. Caro leitor, ¿sua luz brilha, ou é obscurecida por discussões e lamentos? Brilhe para DEUS.

Most visited posts of this week:

Seven reasons to fast

Sete motivos para jejuar
O jejum é a prática de não se alimentar durante determinado tempo (1 Reis 21:9). É voluntário, exige pureza de vida (Isaías 58:3-7), e exclui a exibição (Mateus 6:16-18). Em duas passagens bíblicas relata-se que a liderança da Igreja, seguindo o costume hebraico, orou com jejum (Atos 13:2-3; 14:23).

A prática do jejum não é obrigatória (exceto em Yom Kippur), mas é uma recomendação bíblica, porque as Escrituras trazem consigo alguns princípios que devem ser entendidos e seguidos.

Por isso, eis 7 motivos para jejuar:

1.- Crescer em intimidade com JESUS.
2.- Adquirir sabedoria e direção.
3.- Receber proteção.
4.- Experimentar o poder de DEUS.
5.- Esperar o cumprimento das promessas de DEUS em nossas cidades e nações.
6.- Deter uma crise individual, familiar ou nacional.
7.- Receber revelação profética do final dos tempos.

Kenneth Hagin afirmou o seguinte: «O jejum não muda a DEUS. Ele é o mesmo antes, durante e depois de seu jejum. Mas, jejuar mudará você. Vai l…