Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

Truth that sets you free


João 8:31-32


(Nova Versão Transformadora)

31) JESUS disse aos judeus que creram n’Ele: “Vocês são verdadeiramente Meus discípulos se permanecerem fiéis a Meus ensinamentos.
32) Então conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”.


Palavras de JESUS DE NAZARÉ (segunda Pessoa da SANTÍSSIMA TRINDADE: YHWH manifesto de três formas), dirigidas a Seus discípulos. Este discurso aconteceu durante Sucot (Festa dos Tabernáculos) do terceiro ano (28-29 d.C.) do Ministério de JESUS na Terra (26-30 d.C.)


Comentário:

JESUS fez uma distinção entre aqueles que são discípulos e aqueles que são verdadeiramente Seus discípulos. Um discípulo é alguém que professa ser um aprendiz, mas um verdadeiro discípulo é aquele que se entregou de maneira real ao SENHOR JESUS CRISTO. Aqueles que são verdadeiros crentes têm estas características: eles permanecem em Sua Palavra. Isso significa que eles continuam nos ensinamentos de CRISTO. Eles não se afastam d’Ele. A verdadeira fé sempre tem a qualidade da permanência. Eles não são salvos permanecendo em Sua Palavra, mas permanecem em Sua Palavra porque são salvos.

Todos os verdadeiros discípulos recebem a promessa de que conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. Os judeus não conheciam a verdade e estavam sob uma terrível forma de escravidão. Eles estavam na escravidão da ignorância, erro, pecado, lei e superstição. Aqueles que verdadeiramente conhecem o SENHOR JESUS são libertos do pecado, andam na luz e são guiados pelo ESPÍRITO SANTO de DEUS.

O próprio JESUS é a verdade que nos liberta (João 8:36). É a fonte da verdade, a norma perfeita do que é bom. Liberta-nos das conseqüências do pecado, do auto-engano, e do engano de Satanás. Isso nos mostra claramente o caminho para a vida eterna com DEUS. JESUS não nos dá liberdade para fazer o que queremos, mas liberdade para seguir a DEUS. Ao procurar servir a DEUS, a verdade perfeita de JESUS nos libera para sermos tudo o que DEUS quer que sejamos.

Most visited posts of this week:

Yom Teruah / Rosh Hashanah

A Festa das Trombetas (em hebraico: יוֹם תְּרוּעָה, Yom Teruá, ‘dia de gritar/ detonar’), ou Rosh Hashaná (em hebraico: ראש השנה, Rosh Ha-Shaná, ‘cabeça do ano’), é o ano novo bíblico civil, comemorado a 1 de Etanim ou Tishrei (sétimo mês do calendário bíblico cultual; ou o primeiro no calendário civil, conforme Levítico 23:24-25). Celebra-se desde o entardecer do dia anterior (29 de Elul) até o anoitecer do primeiro dia de Etanim.

Para o início do ano bíblico existem dois critérios:

1.- A Torá (Pentateuco) estabelece que o mês de Abibe ou Nisã (março-abril) é o primeiro dos meses do ano, em cujo primeiro dia se comemora o ano novo cultual (Êxodo 12:2; 13:3-5).

2.- No mês hebraico de Etanim ou Tishrei (setembro-outubro) comemora-se o dia em que DEUS criou o mundo e, conforme a opinião do rabino Eleazar ben Shammua, a partir desta jornada se contam os anos. Esta é a data da Festa das Trombetas (em hebraico: זכרון תרועה, Zikron Teruá, ‘comemoração com soar de trombetas’) estabelecida e…