Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

Truth that sets you free


João 8:31-32


(Nova Versão Transformadora)

31) JESUS disse aos judeus que creram n’Ele: “Vocês são verdadeiramente Meus discípulos se permanecerem fiéis a Meus ensinamentos.
32) Então conhecerão a verdade, e a verdade os libertará”.


Palavras de JESUS DE NAZARÉ (segunda Pessoa da SANTÍSSIMA TRINDADE: YHWH manifesto de três formas), dirigidas a Seus discípulos. Este discurso aconteceu durante Sucot (Festa dos Tabernáculos) do terceiro ano (28-29 d.C.) do Ministério de JESUS na Terra (26-30 d.C.)


Comentário:

JESUS fez uma distinção entre aqueles que são discípulos e aqueles que são verdadeiramente Seus discípulos. Um discípulo é alguém que professa ser um aprendiz, mas um verdadeiro discípulo é aquele que se entregou de maneira real ao SENHOR JESUS CRISTO. Aqueles que são verdadeiros crentes têm estas características: eles permanecem em Sua Palavra. Isso significa que eles continuam nos ensinamentos de CRISTO. Eles não se afastam d’Ele. A verdadeira fé sempre tem a qualidade da permanência. Eles não são salvos permanecendo em Sua Palavra, mas permanecem em Sua Palavra porque são salvos.

Todos os verdadeiros discípulos recebem a promessa de que conhecerão a verdade, e a verdade os libertará. Os judeus não conheciam a verdade e estavam sob uma terrível forma de escravidão. Eles estavam na escravidão da ignorância, erro, pecado, lei e superstição. Aqueles que verdadeiramente conhecem o SENHOR JESUS são libertos do pecado, andam na luz e são guiados pelo ESPÍRITO SANTO de DEUS.

O próprio JESUS é a verdade que nos liberta (João 8:36). É a fonte da verdade, a norma perfeita do que é bom. Liberta-nos das conseqüências do pecado, do auto-engano, e do engano de Satanás. Isso nos mostra claramente o caminho para a vida eterna com DEUS. JESUS não nos dá liberdade para fazer o que queremos, mas liberdade para seguir a DEUS. Ao procurar servir a DEUS, a verdade perfeita de JESUS nos libera para sermos tudo o que DEUS quer que sejamos.

Most visited posts of this week:

Seven reasons to fast

Sete motivos para jejuar
O jejum é a prática de não se alimentar durante determinado tempo (1 Reis 21:9). É voluntário, exige pureza de vida (Isaías 58:3-7), e exclui a exibição (Mateus 6:16-18). Em duas passagens bíblicas relata-se que a liderança da Igreja, seguindo o costume hebraico, orou com jejum (Atos 13:2-3; 14:23).

A prática do jejum não é obrigatória (exceto em Yom Kippur), mas é uma recomendação bíblica, porque as Escrituras trazem consigo alguns princípios que devem ser entendidos e seguidos.

Por isso, eis 7 motivos para jejuar:

1.- Crescer em intimidade com JESUS.
2.- Adquirir sabedoria e direção.
3.- Receber proteção.
4.- Experimentar o poder de DEUS.
5.- Esperar o cumprimento das promessas de DEUS em nossas cidades e nações.
6.- Deter uma crise individual, familiar ou nacional.
7.- Receber revelação profética do final dos tempos.

Kenneth Hagin afirmou o seguinte: «O jejum não muda a DEUS. Ele é o mesmo antes, durante e depois de seu jejum. Mas, jejuar mudará você. Vai l…