Pular para o conteúdo principal




→ Passport ←

Zif (Iyar)


Zive (Iyar)


Chamado também de Iyar, este é o segundo mês do ano hebraico bíblico, no calendário cultual (que inicia no mês do Êxodo dos israelitas da terra do Egito). Zive/Iyar também é o oitavo mês do calendário civil (que tem como ponto de partida a criação dos céus e da terra, ocorrido no mês de Etanim/Tisri/Tishrei).

Neste mes de Zive (Iyar) foi declarada a criação de Israel como país independente perante o Reino Unido em 1948 d.C. Naquele ano gregoriano, a independência foi proclamada na sexta-feira 14 de Maio, e seu equivalente hebraico bíblico foi 5 de Zive/Iyar. A partir de então, em Israel é comemorada a independência em data «móvel» se comparada ao calendário gregoriano; porém, fixa no calendário hebraico bíblico: 5 de Zife/Iyar de 5708 desde a invocação do Nome de YHWH (d.Y.), 5948 desde a Criação (AM), e 1948 depois de CRISTO (d.C.).

19 anos depois da independência de Israel (1967 d.C.; 5727 d.Y.; 5967 AM) aconteceu a Guerra dos Seis Dias, na qual foram reconquistadas as terras que a ONU não tinha outorgado para os hebreus serem soberanos sobre elas. Entre essas metas alcançadas está a parte oriental de Jerusalém, ocorrendo assim a reunificação da capital eterna e indivisível de Israel. E este sucesso é rememorado a cada ano no Yom Yerushalayim (Dia de Jerusalém), que é 28 de Zife/Iyar de 5727 d.Y. (5967 AM / 1967 d.C.)

Houve outro sucesso que também realizou-se no mês de Zive/Iyar: O início da construção do Templo de Jerusalém (1 Reis 6:1, 6:37), no segundo dia do mês (2 Crônicas 3:1-2). Esta construção iniciou em 967 a.C., no quarto ano do reinado de Salomão, filho de Davi, que governou Israel durante 40 anos inclusivos (970-931 a.C.). Este templo foi finalizado em 960 a.C., levando sete anos em ser construído.

Também neste segundo mês começou a reconstrução do Templo de Jerusalém (536 a.C.; Esdras 3:8), após ser destruído em 586 a.C. pelos babilônios (2 Reis 25:8-212 Crônicas 36:17-21). Zorobabel e o primeiro grupo de repatriados foram os encarregados deste trabalho de reconstrução (Esdras 3:8-13).

Modelo do Segundo Templo de Jerusalém, no tempo de JESUS CRISTO (inícios do século I d.C.),
edificado por Zorobabel no final do século VI a.C., e remodelado por Herodes I durante o século I a.C.

Zive/Iyar possui 29 dias, e coincide grosso modo com Maio. A seguir, os equivalentes gregorianos deste mês hebraico bíblico:

2000:   06 de Maio a 03 de Junho.
2001:   24 de Abril a 22 de Maio.
2002:   13 de Abril a 11 de Maio.
2003:   03 a 31 de Maio.
2004:   22 de Abril a 20 de Maio.
2005:   10 de Maio a 07 de Junho.
2006:   29 de Abril a 27 de Maio.
2007:   19 de Abril a 17 de Maio.
2008:   06 de Maio a 03 de Junho.
2009:   25 de Abril a 23 de Maio.
2010:   15 de Abril a 13 de Maio.
2011:   05 de Maio a 02 de Junho.
2012:   23 de Abril a 21 de Maio.
2013:   11 de Abril a 09 de Maio.
2014:   01 a 29 de Maio.
2015:   20 de Abril a 18 de Maio.
2016:   09 de Maio a 06 de Junho.
2017:   27 de Abril a 25 de Maio.
2018:   16 de Abril a 14 de Maio.
2019:   06 de Maio a 03 de Junho.
2020:   25 de Abril a 23 de Maio.
2021:   13 de Abril a 11 de Maio.
2022:   02 a 30 de Maio.
2023:   22 de Abril a 20 de Maio.
2024:   09 de Maio a 06 de Junho.
2025:   29 de Abril a 27 de Maio.
2026:   18 de Abril a 16 de Maio.
2027:   08 de Maio a 05 de Junho.
2028:   27 de Abril a 25 de Maio.
2029:   16 de Abril a 14 de Maio.
2030:   04 de Maio a 01 de Junho.

Most visited posts of this week:

Seven reasons to fast

Sete motivos para jejuar
O jejum é a prática de não se alimentar durante determinado tempo (1 Reis 21:9). É voluntário, exige pureza de vida (Isaías 58:3-7), e exclui a exibição (Mateus 6:16-18). Em duas passagens bíblicas relata-se que a liderança da Igreja, seguindo o costume hebraico, orou com jejum (Atos 13:2-3; 14:23).

A prática do jejum não é obrigatória (exceto em Yom Kippur), mas é uma recomendação bíblica, porque as Escrituras trazem consigo alguns princípios que devem ser entendidos e seguidos.

Por isso, eis 7 motivos para jejuar:

1.- Crescer em intimidade com JESUS.
2.- Adquirir sabedoria e direção.
3.- Receber proteção.
4.- Experimentar o poder de DEUS.
5.- Esperar o cumprimento das promessas de DEUS em nossas cidades e nações.
6.- Deter uma crise individual, familiar ou nacional.
7.- Receber revelação profética do final dos tempos.

Kenneth Hagin afirmou o seguinte: «O jejum não muda a DEUS. Ele é o mesmo antes, durante e depois de seu jejum. Mas, jejuar mudará você. Vai l…